Principais sistemas de cores: RGB e CMYK

A cor é um elemento determinante para a atividade de quase todas as empresas. De um modo geral, as cores de uma marca são o que dá o maior impacto ao seu branding, possibilitando o reconhecimento da marca pelos consumidores. Por outro lado, há empresas onde a cor tem um papel fundamental na entrega do seu serviço ou produto, como é o caso das indústrias gráficas, têxteis, de plásticos e revestimentos.

A cor tem um papel fulcral em manter todos os materiais com qualidade e consistência, desde o digital à produção e impressão. Para que as cores se mantenham uniformizadas ao longo do fluxo de trabalho, nas diferentes plataformas e dispositivos, é realizada a gestão e controlo da cor – processos que fazem uso da especificação da cor através de diferentes “linguagens”, ou seja, sistemas de cores.

A MaSo criou uma aplicação que, além de proporcionar um sistema de gestão de cores automatizado para a sua empresa, transforma o seu fluxo de trabalho através do aumento da produtividade e eficiência de recursos. Saiba mais aqui.

Hoje em dia, CMYK e RGB são os principais sistemas de cores utilizados.

CMYK

CMYK

CMYK é o sistema de cores adequado à impressão. CMYK é a sigla que combina as cores aplicadas no processo de impressão: Cyan (Ciano), Magenta (Magenta), Yellow (Amarelo) e Black – Key (preto).

Este sistema baseia-se em cores-pigmento, utilizadas para impressão em cores com tinta.  É um sistema de cores subtrativo, em que a tinta é removida para obter cores mais claras. O preto é fundamental, pois a partir dele é possível definir os detalhes de uma imagem impressa – daí a letra K para “key”, por ser a cor chave do sistema.

A combinação dessas 4 cores permite que haja maior harmonia entre os tons presentes na impressão e, principalmente, fazer sobressair os aspetos coloridos através da diminuição da luminosidade do fundo branco.

O sistema CMYK utiliza a tinta para absorver a luz refletida num fundo branco, como o papel de impressão. Quando todas as cores CMYK são combinadas, toda a luz é absorvida e aparece o preto.

O sistema CMYK é principalmente utilizado em projetos de impressão como revistas e livros. Como utilizam tinta em vez de luz, as cores CMYK são menos vibrantes do que as cores RGB.

RGB

O sistema de cores RGB é utilizado no mundo digital, sendo o mais adequado à visualização em monitores e na web. Baseando-se nas 3 cores primárias – Red (Vermelho), Green (Verde) e Blue (Azul) – o sistema utiliza uma série de números de 0 a 255 para especificar cada cor.  

Ao contrário do sistema CMYK que é subtrativo, o RGB utiliza um modelo de cor aditivo à luz – as cores são misturadas, sendo que as cores pretendidas são alcançadas através de sobreposições. RGB lida com as diferenças de claridade ocorrem ao olharmos para uma imagem digital, sendo conhecido como um sistema cor-luz.

O sistema começa com o preto (screen), e adiciona as variações de luzes vermelhas, verdes e azuis para criar cores. Quando todas as luzes são combinadas, o resultado é o branco.

A maior parte das imagens digitais são produzidas com o sistema RGB – cada pixel no ecrã do seu computador representa uma certa cor. Apesar de existir uma sintaxe CSS para definir as cores RGB, a maioria dos programadores utiliza um código hexadecimal (HEX). Esse código substitui a série 0-255 e muda para uma combinação de seis dígitos de letras (A a F) e números (0 a 9). Na maioria dos programas, o número HEX é gerado automaticamente.

De forma simplificada, cada um desses 4 sistemas tem o seu uso único: CMYK é adequado para impressão, RGB para o digital, Pantone para calibração e precisão, e RAL para plásticos e revestimentos. Antes da sua existência, um dos primeiros sistemas de cor mais complexos era o sistema de Munsell.

É crucial para as empresas o conhecimento dos sistemas e linguagens de cor, de forma a conseguirem a consistência expectada no design do produto ao longo de diferentes materiais impressos, digitais ou mesmo na produção de revestimentos. Além dos sistemas de cores, existem outras linguagens de cores que poderá conhecer neste artigo.

Deixe um comentário